Home Mundo Presidente da África do Sul critica países que fecharam fronteiras

Presidente da África do Sul critica países que fecharam fronteiras

por Da Redacao

Para o político, tal ação prejudicará a economia e a força de uma resposta contra o vírus. Ele também garantiu que a África do Sul permanecerá firme diante do desafio.

O presidente da África do Sul, Matamela Cyril Ramaphosa, criticou neste domingo (28/11) a decisão de alguns países de suspender voos da África do Sul. Para Ramaphosa, a medida é injustificável, discriminatória e ineficaz contra a disseminação da nova variante do coronavírus. A Ômicron (B.1.1.529), prevalente na África do Sul, já foi identificada em pelo menos 10 países.

Reino Unido, Canadá, Turquia, Sri Lanka, Omã, Austrália, Japão, Tailândia, Brasil e Guatemala estão entre os que restringiram as fronteiras. Para o político, tal ação prejudicará a economia e a força de uma resposta contra o vírus. Ele também garantiu que a África do Sul permanecerá firme diante do desafio.

“Não seremos derrotados por essa pandemia. Já começamos a aprender como conviver com ela. Vamos resistir, superar e prosperar. Que Deus abençoe a África do Sul e seu povo”, declarou Ramaphosa nas redes sociais.

Fonte: Conexão Poder

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Você pode gostar

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia Mais