Home Cidades Mauro Carvalho anuncia saída da Casa Civil

Mauro Carvalho anuncia saída da Casa Civil

por Sandra Carvalho

O secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho (União), acaba de anunciar o seu desligamento do cargo. O anúncio acontece em meio às especulações de que o mesmo poderá disputar as eleições como deputado federal ou suplente de senador.  A oficialização de sua saída será publicada em Diário Oficial desta quinta-feira (24).

Mauro Carvalho anunciou durante a sessão plenária desta quarta-feira (23) da Tribuna da Assembleia. “Essa foi uma decisão tomada em conjunto com a minha família e com o governador Mauro Mendes. Quero ter a liberdade de cuidar do nosso partido, o União Brasil, ou então retornar para a minha vida empresarial”, disse.

O anúncio também ocorre um dia após o governador ter cumprido agenda no interior com o senador Wellington Fagundes (PL). Nos bastidores, a informação é que Fagundes aceitou Mauro Carvalho como primeiro suplente em troca de garantir o apoio de Bolsonaro à reeleição de Mauro Mendes.

Apesar das especulações, Mauro Carvalho alegou aos deputados estaduais que não tem nenhum pretensão ou projeto político, mas que pretende dedicar ao partido e disse que aguardará a decisão de Mendes em disputar ou não à reeleição.

Durante quase 15 minutos de discurso, Carvalho lembrou a sua trajetória politica desde quando apoiou à candidatura de Mauro Mendes em 2010 e as críticas que recebeu do grupo do ex-governador Blairo Maggi.

O ex-Casa Civil de Mendes ainda afirmou que aceitou o desafio de compor o governo em 2019, e teve o apoio irrestrito da primeira-dama Virgínia Mendes.  “Agradeço todos os deputados da base do governo, e todos os demais pelo apoio e dedicação”, disse citando vários nomes.

O líder do governo na Assembleia, deputado Dilmar Dal Bosco (União), elogiou o ainda secretário, afirmando que sempre cumpriu com os acordos entre os Poderes e em projetos importantes aprovados pelo parlamento. Wilson Santos também teceu elogios à Mauro Carvalho, afirmando que ele foi crucial para que o deputado deixasse a oposição e ingressasse na base aliada.

Fonte: Gazeta Digital

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Você pode gostar

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia Mais