Home Notícias da ALMT Paulo Araújo propõe instituir a Semana Estadual de Musicoterapia

Paulo Araújo propõe instituir a Semana Estadual de Musicoterapia

por Da Redacao
Publicado: Última Atualização em

A musicoterapia é uma área diversificada, abrangendo diferentes abordagens, métodos de intervenção e demandas

O deputado estadual Paulo Araújo (Progressistas) apresentou na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), na última quarta-feira (15), Projeto de Lei nº 542/22 que institui a Semana Estadual de Musicoterapia, a ser realizada anualmente na terceira semana do mês de setembro. O evento irá fazer parte do calendário oficial do Estado de Mato Grosso. Durante a semana do evento será realizado palestras e seminários relativos ao tema.

O parlamentar destacou a importância da musicoterapia. “É uma ciência que se utiliza da música e seus elementos visando alcançar uma saúde global do indivíduo, lhe proporcionando bem-estar e uma melhor qualidade de vida. Ela busca atingir níveis biopsicossociais do desenvolvimento humano. Além de proporcionar sensação de bem-estar, a música quando usada como terapia, pode trazer benefícios para a saúde como melhorar o humor, a concentração e o raciocínio lógico”, pontuou.

Dados na proposta mostram que a musicoterapia é um tipo de tratamento que utiliza músicas com letra ou somente na forma instrumental, além de instrumentos como violão, flauta e outros de percussão onde o objetivo não é aprender a cantar ou tocar um instrumento, mas saber reconhecer os sons de cada um ter a possibilidade de expressar suas emoções através destes sons.

A musicoterapia é uma área diversificada, abrangendo diferentes abordagens, métodos de intervenção e demandas, mas sempre sobressaindo à percepção de que a música é um produto de interação social. Além disso, a musicoterapia é uma boa opção para crianças se desenvolverem melhor, tendo uma maior capacidade de aprendizagem, mas também pode ser usada em empresas ou como opção de crescimento pessoal.

“Vale ressaltar a importância que tem o profissional graduado ou pós-graduado que exerce a atividade como musicoterapeuta, onde o mesmo se utiliza da música e de seus elementos para a reabilitação física, mental e social de indivíduos ou grupos em várias dimensões: comunicação, relacionamento, aprendizado e expressão, entre outros”, concluiu Paulo Araújo.

Fonte: ALMT

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Você pode gostar

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia Mais