Home Destaque Trabalhador que sumiu na Bolívia teria sido visto em Cáceres

Trabalhador que sumiu na Bolívia teria sido visto em Cáceres

por Da Redacao
Publicado: Última Atualização em

Polícia esclareceu que não recebeu nenhum tipo de informação sobre paradeiro de José Carlos

A família do trabalhador José Carlos Fernandes de Oliveira, de 54 anos, ex-morador de Mato Grosso que desapareceu ao sair de uma fazenda na Bolívia, recebeu informações de que ele estaria perambulando por Cáceres (a 219 quilômetros de Cuiabá).

Ele está desaparecido desde o dia 17 de abril, quando sumiu ao sair da fazenda em que trabalhava há dois anos como cuidador de gado. Ele foi visto pela última vez pelo gerente da propriedade.

A informação de que ele foi visto em Cáceres, no entanto, não é oficial, pois a Polícia do Município não recebeu nenhuma comunicação sobre o suposto paradeiro do trabalhador.

Em um áudio enviado à família, um conhecido disse ter ouvido de terceiros que José Carlos foi visto na região. “A turma viu ele em Cáceres, duas vezes, até a sogra do meu irmão conversou com ele. […] Ele está meio vareado”, afirmou o homem.

José Carlos tinha mais de 15 anos de experiência na profissão e, segundo a esposa, cogitava sair do emprego.

O gerente da propriedade comunicou a família que quando o trabalhador foi em direção à porteira, no final do expediente, já havia um carro esperando-o, e ele embarcou.

Ele disse ainda ter se surpreendido com a ligação da esposa do funcionário, no dia seguinte, informando o desaparecimento.

De acordo com Rosângela Fernandes, irmã de José Carlos, ninguém sabe se ele se envolveu em alguma discussão ou algo do tipo. Mas a família estranhou a informação de que ele havia pegado dinheiro fora do período de pagamento antes de desaparecer.

José foi descrito pelos colegas como um homem comprometido e trabalhador.

A Polícia investiga o desaparecimento.

Fonte: MidiaNews

 

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Você pode gostar

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia Mais